terça-feira, 10 de dezembro de 2013

La Vague à Lames

     A questão é que eu sou uma gorda ridícula nojenta e só consigo pensar no quanto não sou nada do que queria ser, no quanto estou cansada e queria tirar tudo isso dentro de mim... É assim que ando me sentindo cada vez com mais intensidade, as vezes tenho vontade de sair correndo e me afundar em qualquer buraco porque me sinto muito feia e muito gorda, e me sentindo muito feia e muito gorda eu vou tentando tocar a minha vida, com aquele dilema chato de continuar aqui ou não, de continuar chegando em casa depois de um dia corrido e ver a casa desordenada... Pessoas que não colaboram.Se eu não fizer ninguém faz, mas eu não estou falando que quero aplausos por isso, ora tenho deveres também, mas um pouco de colaboração, disciplina e sacrifício são necessários de todas as partes sim! Não tem essa de "faça o que você quiser na hora que você quiser", assim entramos em um ciclo de hedonismo que acaba sendo massacrante, principalmente para quem não se da ao luxo de compartilhar o mesmo tipo de pensamento barato.


5 comentários:

  1. Oi flor, entendo o que você está passando! Em casa é tudo comigo também e chega um ponto que que fica literalmente de "saco cheio"... As pessoas se tornam cômodas e me pergunto como viveriam em total desordem se eu não estivesse ali?? É inexplicável! Já parei pra pensar que talvez eu fosse a errada, SQN!
    Leve isso por um lado positivo flor, você tem inúmeras coisas para fazer e acaba ocupando a cabeça e não pensando em comida e ainda perde umas calorias , afinal está se exercitando certo?rsrs
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Você não é uma gorda ridícula nojenta. E a gente não tem que tocar a vida, tem que viver. Não é só respirar. É se inspirar. Se a gente não consegue fazer os outros se importarem, temos que aprender a não nos importarmos, porque não vale a pena se estressar, faz mal.. É muito mais simples mudar a si, que mudar os outros. Quando a gente estiver se sentindo muito bem e confortável, a gente pensa em mudar os outros.

    (Essa menina parece uma boneca vitoriana, gostei)

    ResponderExcluir
  3. Oi Twiggy!

    Querida conviver não é fácil,principalmente quando temos de lidar com gente bagunceira,desorganizada e suja.Você acaba sendo a diarista da casa e os outros se acomodam em sujar pq encontram a bobinha pra limpar.
    E se vc chegasse em casa simplesmente ficasse indiferente com tudo e resolvesse ficar na mesma posição dos outros?
    Ah sem dúvida reclamariam!
    Mas tem gente que é assim só dar valor ao que tem no momento que se ver sem.

    E não se estresse com a falta de compromisso alheia,não vale a pena.

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  4. Você não é ridícula e nojenta, e bom, você faz a sua parte, você se esforça e tem do teu lado a razão mesmo isso não mudando em nada o desanimo de ver que você faz sozinha.
    E repito, você não é ridícula e nojenta. Não mesmo.

    ResponderExcluir
  5. eu sinto quase a mesma coisa


    minha vida ta taun sem sentido ultimamente, eu paro as vezes e começo a refletir pq eu me esforç tanto sendo que as coisas q eu vou consegui n vão me fazer mais feliz, a vida é sem sentido, a gente trabalha a vida toda pra compra coisas pra recompensar nosso trabalho mas só almenta a sensaçao que esta faltando algo

    a vida é assim

    ResponderExcluir