sábado, 4 de maio de 2013

I have to find the will to carry on

Colocarei a culpa no meu amor pela literatura britânica!Por tentar romantizar tudo,  tento ver poesia em enfiar o dedo dentro da minha garganta, porque eu não penso que é a comida que irá embora, eu penso que é um fardo, uma tristeza que eu não preciso carregar...E no meio de tudo isso, eu penso em você, eu penso na minha mãe, na minha família, e tiro os meus dedos antes que eles provoquem o que eu estava querendo "A vontade já vai passar", o meu consciente sussurra. "Mas e o medo?Quando o medo vai passar?"Eu pergunto em desespero.Permaneço sem respostas...

8 comentários:

  1. Os que vêm líqüidos pela garganta são uma ínfima parte dos nossos vômitos.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Ola!
    Obrigada pela visita e palavras ditas no meu cantinho!
    Estava com saudades!

    Olha seu texto hoje ... foi uma realidade que muitas meninas tentam e não consegue... respostas é o que somente queremos.

    Mas que bom que está a resistir. Sei que não é fácil, mais venca a si.

    Estarei aqui bjus!

    ResponderExcluir
  3. isso é uma ana batida com poeta com pitadas de deprassão

    ResponderExcluir
  4. Na sua escrita vi muito de mim, vivenciei isso. E fingia pra todos estar tudo bem. Hoje escrevo pra me encontrar, esvaziar tudo o que em mim não cabe, e as vezes me encontrar no vazio.
    Vim retribuir a visita que fez em meu blog, espero que esteja sempre por lá, pois voltarei muitas vezes aqui. Um beijo Twiggy.

    ResponderExcluir
  5. O medo é o veneno da apreensão.
    Não exite em temer e arriscar.
    Viva com o medo;Nunca por ele.

    Estive preocupada com sua ausência.
    Estou feliz que está de volta, mas não me deixo de me preocupar.

    Será sempre bem-vinda,lá, no meu canto que ultimamente anda pintado com uns tons de tristeza; passageiras, acredito eu.

    um grande beijo!

    ResponderExcluir
  6. No fundo todas nós enxergamos isso da mesma maneira. Eu não preciso dizer mais nada, suas palavras disseram tudo.
    Um beijo e eu tô tentando acreditar em mim rs

    ResponderExcluir